Selinho

Selinho

3 de setembro de 2011

"Quero ficar no teu corpo feito tatuagem, que é para te dar coragem.."


" Quero ficar no teu corpo feito tatuagem,
que é para te dar coragem,
para seguir viagem,
quando a noite vem..." Chico Buarque

Já faz uns dois meses que fiz uma tatuagem no meu pescoço.
Resolvi marcar deliberadamente meu corpo, foi uma iniciativa livre...
Ficou uma lindo desenho, uma borboleta, como eu já havia decidido desde o início da minha aventura.
Quando fiz me senti vitoriosa, corajosa e daí hoje achei esse verso de Chico Buarque que tem tudo a ver com os meus sentimentos do momento.
Historicamente há possibilidade das primeiras tatuagens existirem há milhares de anos. Dei uma pesquisada e verifiquei, que não há ainda uma única razão para marcar o corpo, mas diversos motivos ao longo dos anos foram sendo criados para justificar a prática.
Eu sempre achei que era coisa de bandido, de rebelde com ou sem causa e eu tinha muito preconceito, sempre fui muito contra tatuagens, piercings e outras coisitas mais, mas não há nada melhor na vida do que ser livre para mudar de ideia, basta que tenhamos um bom motivo e bom aqui, não é nenhuma tragédia, pelo contrário, fiz a tatoo para celebrar a vida, a mudança, a alegria.
Ainda hoje quando olho para algumas tatuagens ainda acho um tanto exageradas, mas a minha está maravilhosa, sem nenhuma falsa modéstia.
Me sinto jovem, renascida e para mim a borboleta tem o poder de representar essa metamorfose permanente da vida. "NADA É PERMANENTE EXCETO A MUDANÇA", não sei bem quem disse isso, mas estava com toda a razão e ainda está.
Fiz para continuar tendo coragem, para não esquecer que nada é para sempre, que tudo muda e muda o tempo todo. Portanto nada de deixar para depois o que eu posso fazer agora.
Fiz porque venci a guerra, e celebro a vitória da batalha, fiz porque outras guerras virão, sejam do tipo que for, mas quando olhar para a borboleta vou pensar, já venci uma vez, venço de novo!
Como diz Clarice Lispector: "Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade."
Mude por vontade própria, porque querendo ou não a mudança virá.
Com fé tudo se vence, e até aquilo que julgamos que foi  uma mudança para pior pode se revelar uma benção, não resista, se entregue e viva como se esse momento fosse único.

5 comentários:

  1. Ficou linda pena que eu não posso ver mais de perto...
    Vc está a cada dia melhor!

    ResponderExcluir
  2. Ficou ótima. Tú és mesmo surpreendente.

    ResponderExcluir
  3. Teu texto é bonito, mas a frase "mude mas comece devagar, etc." não é de Clarice Lispector. Sou eu o autor. Quando puder, veja o poema todo no meu blog. E o livro Mude, também.

    Abraços,

    ResponderExcluir