Selinho

Selinho

15 de julho de 2011

Mentiras sinceras me interessam e muito...



Sempre fui uma defensora ferrenha da verdade, acho mesmo que o que adoece é a mentira, a verdade por pior que seja sempre nos mantém saudáveis. Sim eu continuo crendo nisso, porém descobri que muita sinceridade também torna a vida menos feliz. Conclui isso depois que escutei a Cynthia Verri falar sobre o tema "mentiras sinceras me interessam", parafraseando Cazuza, na sua música Maior abandonado, vai o refrão para não deixar dúvidas:
Pequenas porções de ilusão
Mentiras sinceras me interessam
Me interessam...

O exemplo dado pela Cynthia foi ótimo, dá uma olhada lá no blog dela:
boucheville.blogspot.com
Bom, eu quero mesmo é falar das mentiras que me interessavam, ou continuam me interessando.
Sabe quando eu estava fazendo quimioterapia, com aquela cara de doença, de sobrevivente de campo de concentração, eu gostava de acreditar no que me diziam: - Você está linda, super bem mesmo! Mesmo que estivesse me sentindo acabada, aquilo tornava o meu dia bem melhor. Tive várias pessoas que conseguiram com sensibilidade não rir da minha peruca (hoje eu já consigo rir um pouco dela), de quem me dizia que nem se notava que era peruca, enquanto que a gente sabe sim quando é peruca. Quando eu ajeitava o meu sutiã com enchimento e as pessoas diziam tá legal, não esquenta, tá ótimo, só da uma puxadinha aqui, e eu parava de pensar nisso, afinal o que essas pessoas queriam me passar era o seu amor e afeto incondicionais, que não dependia de eu estar com ou sem cabelo, com ou sem mama, eu me sentia muito mais do que isso tudo, sabia que o que valia sempre foi a pessoa que eu era do ponto de vista da minha alma.
Mas pasmem, eu que jamais diria isso para alguém, ouvi as seguintes frases:
-Sabe aquele dia da festa, estava horrível a tua peruca, e eu já estava horrível do ponto de vista emocional, me sentia pior ainda. Porque sim a opinião dos outros é importante e muito!
Outra dia, uma suposta amiga, disse assim:
- Coisa horrível esse sutiã, tá horrível essa tua teta, hein?
Juro que senti vontade de chorar e de gritar, dizendo pelo menos eu tenho uma que está linda e tu que tem as duas pela cintura??? kkkk... Mas mentiras sinceras me agradam e muito e engoli e não respondi, sei lá vai que a pessoa não estava em um dia bom, né? Ela não precisa saber a verdade.
Mas agora passados esses percalços, já aposentei o sutiã de enchimento e a peruca, me resta dar risada de tudo ou tentar pelo menos, afinal mentiras sinceras me interessam...

Um comentário:

  1. LÚ, "A pessoa certa é a que está ao seu lado nos momentos incertos." (Pablo Neruda)
    Beijos,
    Vera

    ResponderExcluir