Selinho

Selinho

11 de agosto de 2010

Expectativas...

Eu sou a rainha das expectativas, sempre tenho muitas a respeito de tudo.
No dicionário expectativa está definido como esperança de que algo aconteça...
As minhas expectativas, na maioria das vezes, dão certo, mas como o meu defeito chefão é a mania de controlar, vez ou outra a expectativa não acontece. Foi o que aconteceu ontem...
Ontem achei que poderia fazer a quimioterapia, não pude, estou com a imunidade muito baixa, isso significa que se eu pegar qualquer gripe, pode ser uma encrenca.
Estou então na "clausura", posso até dar uma pequena caminhada, se estiver quente, que foi o que fiz hoje, fora isso, lavar muito as mãos e evitar contato com pessoas doentes ou resfriadas. Recebo algumas visitas, leio meus e-mails, leio um pouco dos livros, mas me sinto presa. E isso me incomoda muito. Não consigo rezar, às vezes, quando estou muito ansiosa isso me acontece...
De novo a palavra de ordem é Paciência. Pelo jeito terei que usá-la muito neste período.
Como não estou conseguindo rezar, peço que rezem por mim.

Um comentário:

  1. Fuçando o teu blog consegui saber quem és. Do SSRS, não é?
    A vida nos surpreende, quando menos se espera. Também sempre me achei cheia de saúde e vitalidade.
    Já passei por dois sustos. Um em 2000 quando os exames não diagnosticavam o que tinha na tireóide, e na dúvida tinha que fazer cirurgia. Com a graça de Deus era somente o timo que não havia sido reabsorvido pelo organismo, quando criança.
    Outro também foi neste ano. Em fevereiro tirei um nevo no antebraço, por tirar, não sentia absolutamente nada, e para minha surpresa era um melanoma na sua fase inicial. Assim também tenho passado por processos de retiradas e exames de mais nevos e da área onde tinha o melanoma uma retirada maior em toda margem. Felizmente mais uma vez estes exames deram bons. Não tive que fazer quimio, mas o controle vai continuar agora de 3 em 3 meses por pelo menos 2 anos. Mas Deus não nos dá de graça estes problemas, a missão de aceitarmos nossas limitações e que não somos nós que nos mandamos. É tentar nos exercitar a cada dia a nos colocarmos nos seus braços, e a confiar na Sua providência.
    Ficaremos rezando por ti, para que tenhas coragem de enfrentar, pois Cristo nos prometeu felicidade e não facilidades.
    Abraço fraterno

    Lisemar e Décio

    ResponderExcluir