Selinho

Selinho

30 de março de 2009

Poesia numa hora dessas?



"Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena."
"Para ser grande sê inteiro, nada teu exagera ou exclui..."

Fernando Pessoa


Fere de leve a frase... E esquece... Nada
Convém que se repita...
Só em linguagem amorosa agrada
A mesma coisa cem mil vezes dita.


DAS UTOPIAS

Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos se não fora
A mágica presença das estrelas!

POEMINHO DO CONTRA
Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!


BILHETE

Se tu me amas,
ama-me baixinho.

Não o grites de cima dos telhados,
deixa em paz os passarinhos.

Deixa em paz a mim!

Se me queres,
enfim,

.....tem de ser bem devagarinho,
.....amada,

.....que a vida é breve,
.....e o amor
.....mais breve ainda.

Mario Quintana


AMO FERNANDO PESSOA, AMO MARIO QUINTANA!

A POESIA SÓ FAZ SENTIDO PARA QUEM AMA, QUEM NUNCA AMOU, NÃO ENTENDE A LINGUAGEM POÉTICA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário